Minha equipe não me respeita, e agora?

11 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 11 11 Flares ×

Meu maior desafio hoje tem sido em que todos de minha equipe sintam firmeza em minhas ações e que coloquem em prática as ordens passadas, bem como procedimento, método de fazer e ações de mudanças de rotina.

Sou gerente operacional e lidero uma equipe de 7 pessoas. Sinto que eles não me olham com um olhar de respeito.

Acredito que devam começar em mim algumas mudança e atitudes, mas minha maior duvida é:

Como começar?

Por onde começar a mudança?

———————————————————————————————————————

Prezado André, antes de responder, tenho uma pergunta, pode ser?

Até que ponto você está disposto a iniciar uma campanha de mudança dentro do seu setor?

Pergunto isso porque você vai precisar de muita coragem. E a campanha será difícil, pois você precisará mexer com todo o departamento, a fim de acertar as coisas e, mesmo assim, talvez algumas pessoas ainda queiram sair da empresa ou boicotar seu trabalho. Você não citou até onde você pode e quer chegar.

De cara posso ver que o seu setor carece de três componentes organizacionais críticos.

1) TRANSPARÊNCIA e CONJUNTO DE VALORES CLAROS

Os profissionais que são transparentes põem seus valores em prática.

Por falar em valores, seu departamento tem valores definidos?

Lembrando que valores são comportamentos – específicos, práticos e bastante descritivos que deixam pouco espaço para a imaginação. Valores são crenças e atitudes que consolidam uma personalidade, definindo uma “ética” para a atuação das pessoas e da Organização como um todo.

Por exemplo: você afirma que “ eles não me olham com um olhar de respeito”. Está aí um valor que pode estar faltando no seu departamento.

Vou dar um exemplo desse valor para entender o que estou querendo dizer:

RESPEITO ÀS PESSOAS
Definição: É a base inicial para se trabalhar todos os outros valores. Tratar o próximo como gostaria de ser tratado, saber ouvir, respeitar as diferenças, exaltar as potencialidades e atuar com empatia. Não existindo respeito não conseguimos admirar as pessoas e consequentemente enxergar as suas potencialidades

Comportamentos adequados para manifestar o RESPEITO ÀS PESSOAS
Trabalho em parceria.
Humildade para reconhecer erro (empatia).
Valorização do próximo.
Compartilhar resultados positivos ao invés de fracassos.

Empatia: habilidade de se colocar no lugar do outro.

Saber ouvir: ouvir sendo imparcial.

Saber falar: quando precisar se fazer entender, ser incisivo sem ser abusivo ou grosseiro.

Flexibilidade: sua verdade não é a única.

Tratar o próximo como gostaria de ser tratado.

Voltando a falar sobre transparência. A transparência – a exposição franca, perante os demais, de seus sentimentos, crenças e atos – possibilita a integridade. Tais profissionais assumem abertamente erros ou falhas e, em vez de fazer vista grossa para o comportamento antiético alheio, preferem confrontá-lo.

Essa competência está em sintonia com o princípio comportamental que você acredita?

Ele impõe a cada um o respeito rigoroso à honra e ao caráter em sua atividade profissional. Ela não admite nenhum compromisso entre os interesses pessoais e os interesses de que se é incumbido em razão da sua atividade profissional, tanto dentro do Grupo, como com seus parceiros externos, quaisquer que sejam as práticas locais.

2) A MISSÃO DO SEU DEPARTAMENTO

Uma declaração de Missão eficaz responde basicamente a uma pergunta: Como pretendemos vencer nesse negócio?

A missão esclarecerá o objetivo mais amplo de seu departamento e infundirá em seu pessoal o senso de responsabilidade e urgência. O conjunto de valores mostrará como seu pessoal deve agir a fim de realizar a missão.

3) SISTEMA DE AVALIAÇÃO FRANCO E RIGOROSO

Deve ser aplicado, para começar, pelo menos duas vezes por ano. A função é criar condições para que seu pessoal saiba até que ponto está produzindo resultados e agindo conforme os valores da organização. Você deve gerar elogios, aumentos de salários e promoções para as pessoas que compram a missão e os valores privilegiando quem veste a camisa e punindo que não veste.

Quando falei de coragem quis ressaltar que esses três componentes vão causar impacto e disrupção, além de exigir tempo e nervos de aço, mesmo em departamentos pequenos como o seu.

O objetivo é implementar a missão, o conjunto de valores e o sistema de avaliação para que todos conheçam os requisitos do sucesso para aqueles que quiserem continuar trabalhando com você.

Vamos discutir as reações da sua chefia. Talvez o seu chefe não apoie essa iniciativa. Como lidar com isso?

Com base em nossa experiência, raramente as organizações, sobretudo seus chefes, rejeitam iniciativas de mudança que melhorem o desempenho e a produtividade. Poucos se dispõem a descartar um membro da equipe que esteja produzindo resultados. Podem sentir ciúmes, mas não são burras de perder gente que quer fazer as coisas de uma forma correta.

Avance com cuidado. Certifique-se de que as razões da mudança sejam transparentes para todos. Mantenha seu chefe informado de suas intenções e deixe tudo muito claro para a sua equipe. E, finalmente, não perca a fé no meio do caminho. Algumas pessoas resistirão à mudança. Tem sempre gente que quer continuar na mesma. Persista até alcançar o êxito. A busca contínua de aprimoramento da performance – tanto a sua quanto a de seus liderados exige superação. Portanto, supere-se. Essa é a hora e você é o cara.

Quer fazer essas mudanças? Clique aqui.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>